RUÍNAS DE SÃO MIGUEL NO CINEMA: CENAS DO FILME A CABEÇA DE GUMERCINDO SARAIVA FORAM GRAVADAS NESTA SEMANA
17/11/2017 - 15h54 em Novidades

RUÍNAS DE SÃO MIGUEL NO CINEMA: CENAS DO FILME A CABEÇA DE GUMERCINDO SARAIVA FORAM GRAVADAS NESTA SEMANA

Em entrevista à AMM, atores Murilo Rosa, Leonardo Machado e o cineasta Tabajara Ruas falaram sobre o reconhecimento mundial da história missioneira

O Sítio Arqueológico São Miguel Arcanjo, região das Missões/RS/Brasil, único Patrimônio Cultural da Humanidade localizado no sul do país, tombado pela Unesco, novamente será destaque no cinema nacional. Cenas do longa-metragem 'A Cabeça de Gumercindo Saraiva' foram gravadas nas Ruínas de São Miguel, durante todo o dia de segunda-feira (13/11).

A direção e roteiro da obra, com lançamento previsto par maio ou junho de 2018, é do escritor e cineasta gaúcho, Tabajara Ruas, que tem 12 longas como roteirista, dos quais dirigiu quatro: Os Senhores da Guerra, que estreou em 2016 e recebeu dois Kikitos no Festival de Gramado; Netto e o Domador de Cavalos, Brizola Tempos de Luta e Netto Perde Sua Alma, o mais premiado filme gaúcho.

A TRAMA
A história acontece no final da revolução federalista de 1893, quando o capitão rebelde Francisco Saraiva (Leonardo Machado) e cinco cavalheiros cruzam o Rio Grande numa exasperante caçada para resgatar a cabeça do pai, Gumercindo Saraiva, cortada pelos legalistas e enviada para o governado Júlio de Castilhos, missão confiada ao major Ramiro de Oliveira (Murilo Rosa).

Marcada por perseguições e conflitos no final da Revolução Federalista, que ocorreu no século XIX no Sul do Brasil, a trama se divide entre dois grupos: os maragatos (federalistas), com representantes da família de Gumercindo, e os pica-paus ou ximangos (republicanos), centralizados na figura de Ramiro. Integram o elenco os atores Marcos Breda, Marcos Pitombo, Allan Souza Lima, Sismar Antunes, Zé Victor Castiel, entre outros.

Numa realização da Walper Ruas Produções, o longa tem a participação especial do escritor Alcy Cheuiche, estreando como ator no papel de Aparício Saraiva. Foram set de filmagens as cidades de São Francisco de Paula, Canela, Cambará do Sul, São Miguel das Missões e Gravataí.

EXPERIÊNCIA ÚNICA DA HUMANIDADE
Natural de Uruguaiana e profundo conhecedor dos municípios e da história missioneira, Tabajara Ruas evidenciou o reconhecimento mundial das Missões, por ser uma região que tem um herói popular (Sepé Tiaraju), onde aconteceu a história dos Sete Povos, esta experiência única da humanidade em que índios e religiosos conviviam em harmonia. "Os missioneiros têm o privilégio e a responsabilidade de carregar este peso histórico do passado e de mantê-lo vivo na sociedade, principalmente hoje em dia pela relevância que estão tendo os patrimônios culturais", ressaltou o cineasta.

Tabajara Ruas destacou ainda que o Sítio Arqueológico São Miguel Arcanjo, além de sua força mística e espiritual, também fomenta o desenvolvimento econômico e turístico regional. "A tradição de preservação desta catedral maravilhosa em São Miguel das Missões, cada vez mais se propaga não só pelo Rio Grande do Sul mas pelo mundo inteiro", salientou.

ROTA TURÍSTICA MUNDIAL
Pela primeira vez na região, o ator brasiliense Murilo Rosa, que no filme interpreta o major Ramiro de Oliveira, disse estar encantado com a história diferenciada e a magia que envolve as Ruínas de São Miguel. "Os missioneiros têm uma pedra preciosa nas mãos, que deve ser transformada numa das maiores rotas turísticas do mundo. Aqui tem um clima envolvente e o espetáculo Som e Luz é maravilhoso", observou o ator, agradecendo a forma acolhedora com que foi recebido pela administração municipal, equipe da Secretaria Municipal de Turismo e por toda a comunidade miguelina. Murilo acrescentou que "filmamos na última semana em São Miguel e, aqui na região das Missões, dentro das Ruínas, e sentimos uma magia especial durante as gravações".

INSPIRAÇÃO DE MURILO ROSA
Sobre o espetáculo Som e Luz, que assistiu no sábado a noite quando chegou em São Miguel, juntamente com os demais atores, produtores e integrantes da organização do longa-metragem, Murilo apresentou sugestões. "Vou lançar duas ideias: que no final do espetáculo saia um índio das Ruínas e que, pelo menos uma vez por ano, seja feito um grande espetáculo interpretado por atores. Com certeza, mais pessoas virão para este lugar maravilhoso" , disse o ator, com entusiasmo e muita cordialidade.

Sobre o assunto, o prefeito anfitrião, Hilário Casarin contou que a partir de janeiro do próximo ano começam os ensaios das encenações do espetáculo Som e Luz, que serão ao vivo uma ou duas vezes por semana, como já acontecia há algum tempo. "Este projeto é da Prefeitura de São Miguel. Quanto às ideias do Murilo Rosa, são excelentes e vamos trabalhar para que sejam viabilizadas. Agradecemos o interesse e atenção deste ator consagrado, por contribuir com seu talento e inspiração para tornar nosso patrimônio mundial ainda mais grandioso", reconheceu Casarin.

TEMPOS DE DEMOCRACIA
Leonardo Machado, ator gaúcho que no filme interpreta o filho mais velho de Gumercindo Saraiva e que já gravou nas Ruínas para o filme 'Terra sem Males', falou da alegria em retornar à região. "Estou feliz por estar novamente aqui, em um dos sítios arqueológicos mais lindos do mundo, e também porque acho muito interessante a história das Missões e tudo o que se passou neste lugar", comentou o ator, que é natural de Porto Alegre.

Leonardo explanou sobre a satisfação de participar do filme, por ser um documento romanceado e histórico. "O personagem Gumercindo Saraiva é importante para a democracia do país, principalmente neste momento em que estamos vivendo. Tudo muito polarizado, por isso acho relevante retomar a discussão", contextualizou o ator. Ele disse que depois de atuar em mais de 20 longas, sente que o filme tem algo a mais. "Além da oportunidade de interpretar o capitão Francisco Saraiva, estamos com um elenco e uma equipe muito afinada", frisou Leonardo Machado, sempre de forma atenciosa e gentil.

RESGATE HISTÓRICO
Prefeito de São Miguel das Missões, Hilário Casarin explicou que o corpo de Gumercindo Saraiva está enterrado no município de Capão do Cipó, há cerca de 40 quilômetros de São Miguel. Para ele, tem expressivo significado esse resgate histórico sobre a vida de Gumercindo, que em sua época pensava diferente do governo, e muitas pessoas ainda desconhecem sua trajetória. "Recebermos em nosso patrimônio da humanidade artistas renomados e o grande cineasta gaúcho, Tabajara Ruas na coordenação dos trabalhos, é uma grande motivação para todos nós missioneiros. Com certeza o filme será um sucesso", salientou Casarin, reiterando que a região das Missões vive um momento especial de fomento ao destino turístico Missões. "Tenho a convicção de que a partir de agora o grande caminho para o desenvolvimento missioneiro é o turismo. Por isso a região precisa seguir unida e trabalhando no fortalecimento das potencialidades turísticas de todos os municípios", enfatizou Casarin.

VIABILIZAÇÃO DAS FILMAGENS
De acordo com o secretário de Turismo, Desenvolvimento e Cultura de São Miguel, Fabiano Morais, as tratativas para viabilizar as locações nas Ruínas inciaram em maio deste ano. "Desde o primeiro contato que o diretor Tabajara Ruas e a produtora Lígia Walper fizeram conosco, nos mobilizamos (Administração Municipal, equipe da Secretaria Municipal de Turismo e IPHAN regional) para que este grande dia chegasse e tudo corresse bem", relatou Fabiano ao destacar que, não somente São Miguel, mas toda a região missioneira estará em evidência neste momento em que tanto se atua pelo turismo, pois o filme será exibido no Brasil e também no exterior.

ORGULHO MISSIONEIRO
Na segunda a noite toda a equipe das filmagens, integrada por aproximadamente 70 pessoas, foi agraciada com um jantar típico no CTN Sinos de São Miguel, e com a belíssima apresentação do grupo infanto juvenil. De acordo com Brasil Antonio Sartori, presidente da Associação dos Municípios das Missões (AMM), congregada por 26 cidades, o fato do sítio arqueológico São Miguel Arcanjo ser um dos cenários do longa-metragem 'A Cabeça de Gumercindo Saraiva', vai elevar ainda mais o valor da história, da cultura, da religiosidade, do misticismo e da hospitalidade missioneira. E, segundo ele, se possível, a região estará representada no lançamento do filme, que vai reforçar o nosso ORGULHO DE SER MISSIONEIRO.

Mais informações:
https://www.facebook.com/acabecadegumercindosaraiva/
@acabecadegumercindosaraiva
http://www.acabecadegumercindosaraiva.com.br/

 

FOTOS: Karin Schmidt


Karin Schmidt
Jornalista Mtb 15378
Assessora de Imprensa
Associação dos Municípios das Missões (AMM)
55-98428 9946 - WhatsApp
 
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!