Professores anunciam paralisação, e governo do RS pede escolas abertas
15/03/2016 09:22 em Novidades

Sindicato anunciou 3 dias sem aulas pelo pagamento do piso da categoria.
Governo pede que diretores garantam acesso de alunos à escolas.

 

O sindicato dos professores dos professores do Rio Grande do Sul  (Cpers) convocou a classe para uma paralisação a partir desta terça-feira (15) até a sexta (17) como parte de uma mobilização pelo pagamento do piso nacional da classe convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação. Entretanto, o governo gaúcho orienta os diretores a garantirem o acesso dos alunos às escolas.

A entidade representativa da categoria pediu que os educadores, pais, alunos e comunidade participem de atos contra o que consideram um desrespeito do governo estadual com a educação.O Rio Grande do Sul atinge o valor determinado pelo piso nacional dos professores com o pagamento de um complemento.

Em nota divulgada na segunda-feira (14) o governo disse que está fazendo todo os esforços para recuperar o equilíbrio financeiro do estado, possibilitando assim a melhoria na qualidade dos serviços públicos e na remuneração dos servidores.

“... é fundamental que as aulas sejam mantidas regularmente, preservando o atendimento dos nossos estudantes, foco das maiores atenções de todo o sistema educacional”, diz o comunicado do executivo estadual.

De acordo com o Cpers, será realizado uma assembleia geral no sábado (18), quando serão definidos os rumos da greve do magistério gaúcho.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!